sábado, 22 de outubro de 2011

Resumo do livro - A Menina que Roubava Livros - Markus Zusak.


      Esse livro é realmente encantador pela leveza pela qual a história é contada. É mais que indicado. A história se passa entre 1939-1943, era nazista do "Füjer".

    
      Uma menina chamada Liesel Meminger, com pequenos sinais judios, ver o irmão morrer na metade do caminho, com sua mãe supostamente comunista. Já no cemitério, no enterro do seu irmão, ela roubava seu primeiro livro. Liesel é encaminhada para um casal de alemães, como diziam puro sangue ou ariano legitimo. Lá conheçe Has Hubermann, seu pai adotivo de olhos cristalinos , e Rosa Hubermann, sua mãe adotiva de postura atarracada e irritadiça.
     Demorou um certo tempo para Liesel se acustumar com eles, seus novos pais, principalmente com Rosa Hubermann que viviam xingando a garota é sua clientela do bairro. Com Has foi muito mais fácil já que era ele que a acordara, no meio da madrugada, dos pesadelo que ela tinha com seu irmão no trem. Ela passava o que restava da madrugada consolando Liesel de primeiro, depois passou a tentar a ensinar-lhe a ler. A modelo de ensino na era Hitler era um fracasso, Liesel ganhara várias surras da professora na sala de aula por não saber ler . Mas adorara jogar futibol com os garotos da rua Himmel, onde morava em Molcking, ela e seu melhor amigo Rudy Steiner. A cidade era devota de Hitler toda semana faziam (o partido) uma fogeira, foi perto do local que a menina roubou seu segundo livro levemente chamuscado, chamado "o dar de ombros". Rudy Steiner vivia dando em cima de Liesel Meminger, mas ela sempre contornava situação. Rosa Hubermann, mãe de Liezel, mandava-lhe entregar uma sacola de roupas por toda a cidade, dos mais ou menos até a casa do prefeito, onde sua mulher sempre a atendia calada. Um belo dia quando Liesel ia saindo da casa do prefeito sua esposa resolveu convida-la para uma visita a biblioteca, disse que possia ler quanto livros quisesse quanto fosse lá entregar a roupa. Passa o tempo, a guerra vai piorando a situação econômica da alemanha. Cada fez que Liezel (as vezes com acompanha de Rudy) ia dar a ronda pela cidade entregando roupa lavada e passada, escutava em cada casa um pedido cancelamento do serviço alegando que a guerra estava prejudicando as financias. Has Hubernann tocava arcodeon algumas noites em um bar considerava isso um hobbie, até então ainda tinha bicos como pintor de paredes. Mais com o tempo seus melhores clientes que eram judeus foram sumindo, uns estavam completamente na miséria outros outros foram levados pelo Partido com suas lojas saqueadas. A situação na casa dos Steiner era deploravel por serem judeus por natureza.

    
     Umas das últimas clientes de Rosa Hubermann era Ilsa, a esposa do prefeito, quando Liesel foi entregar a roupa ela deu um livro a menina e cancelou o serviço que Rosa fazia. Revoltada pela situação a menina explodiu em sua fúria, disse tudo o que pensava do filho deles que foi para guerra e não voltou e xingou-a e o prefeito. Não mais tardar Liesel ficara arrependida. Um judeu chamado Max vandenburg procura Has Hubermann dizendo que é filho do homem que dera o acordeon,( Has erdou o arcodeon de um amigo de guerra que morrera em combate), e que estava algum tempo escondido em galpão, Has o levou para casa e montou um esquema com Rosa e Liesel, Max ficaria no porão com as tintas. Ninguem poderia saber que um judeu morava ali. Para a menina, agora seu mundinho se dividiam em dois, da porta da dentro onde todos ficavam apreensivos com um judeu escondido no porão e da porta para fora onde tinha seu melhor amigo Rudy e os outros moleques da pelada. aos pucos Liesel foi se aproximando de Max Vandenburg até chegar ao ponto de dividir sonhos, pesadelos que eles tinham, agora não eram um gemido de uma menina, eram dois gritando em um pesadelo. Começam o bombardeio e vai se aproximando da cidade. Liesel e Rudy criam um estranho hábito de roubar, mas o que Liesel adora roubar eram os livros na casa do prefeito com uma suspeita de a esposa dele deixava a janela aberta de proposito. Enquanto Rudy era um eterno esfomiado, magro igual um graveto, ele só pensava em roubar comida da casa alheia ou plantações. Um dia desses que eles roubaram a menina e ele comeram até passar mal quando foram para suas casas. Foi a leitura que salvou Liesel do bombardeio que mataram todos, Rudy, Rosa e Has. Depois de morto Rudy ganhara o tão esperado beijo da menina. Max foi embora e a saudade daqueles tempos acompanhara a menina. Liesel encontrou Max Vandenburg, mas foi separado por um soldado. Após a libertação dos judeus Max reencontra Liesel. A morte já havia passado por Liesel três vezes, mas só a levou-a mais tarde, após ter lido muitas vezes a história que Liesel havia escrito sobre sua vida e deixado aquele dia no bombardeio. Quando Liesel pergunta a morte, diz ainda não ter entendido muito bem sua história e leva Liesel calmamente para fazer uma observação... "Os seres humanos me assombram".

4 comentários:

  1. Oi,gostei muito do resumo,gostaria de saber mais do livro,se for possível me add,tutuarthur@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Alegra-me q tenha gostado do post. Mais informaçoes sobre o tema está no youtube.

    ResponderExcluir
  3. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos..acesse o link..www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada por ler! agradeço pela indicação parece ser um livro muito interessante e polêmico. nada como virar os nossos conceitos por de pernas pro ar!

      Excluir

Ola pessoal, espero por suas opniões.
comentem!