domingo, 19 de novembro de 2017

Livro Irmãs em Auschwitz - Rena Kornreich Gelissen e Heather Dune Macadam.


Uma das poucas pessoas a se entregar voluntariamente para o exército alemão e ir a um campo de concentração – quando ainda se acreditava que eram apenas campos de trabalho – Rena Kornreich fez parte do primeiro transporte em massa de judeus para Auschwitz e sobreviveu ao campo nazista por mais de três anos, junto a sua irmã mais nova – Danka. Juntas, ambas tiveram de ser resilientes a cada a perversidade vivenciada durante o período de aprisionamento. E, a despeito da iminência da morte, das doenças, das surras e do trabalho forçado, os relatos de Rena a respeito da convivência entre as prisioneiras nos garantem que a empatia emergida dentro de cada dormitório e de cada grupo de trabalho encorajou essas mulheres a permanecerem unidas até que Auschwitz fosse libertado e suas vidas fossem devolvidas para sempre. Rena Kornreich era polonesa, filha de camponeses e uma das irmãs do meio, entre as quatro. Foi enviada à Auschwitz no primeiro transporte em massa de prisioneiras femininas. Junto a sua irmã, Danka, ambas sobreviveram aos horrores do campo e foram libertadas no fim da guerra. Rena constituiu família com seu marido, John, e tiverem quatro filhos e três netos. Quando enfim decidiu narrar sua história para que as pessoas a conhecessem, Rena contou com a ajuda de Heather. Heather Dune Macadam mora em Hampton Bays, Nova York e é escritora, educadora e presidente da fundação Rena's Promise International Creative Writing Camp, que oferece cursos para crianças e adolescentes que têm interesse em desenvolver suas habilidades na escrita. Criado em memória à Rena, a fundação visa promover o encontro de jovens de todas as esferas sociais e proporcionar um ambiente acolhedor em que possam fomentar trocas interculturais e assim germinar um mundo com menos ódio e preconceitos.

"Irmãs em Auschwitz é escrito com simplicidade e graça… E o sentimento avassalador que nos toma ao finalizar a leitura é um triunfo: ainda é possível encontrar altruísmo e união entre pessoas que vivem em um lugar de horror implacável." - Los Angeles Times Book Review


domingo, 12 de novembro de 2017

Comentando sobre o livro 'O Gigante Enterrado' de Kazuo Ishiguro.


Em seu primeiro romance em dez anos, o ganhador do prêmio Nobel de Literatura de 2017 e autor do best-seller Os Vestígios do dia envereda pelo universo da fantasia para abordar temas universais como o amor, a guerra e a memória.


Uma terra marcada por guerras recentes e amaldiçoada por uma misteriosa névoa do esquecimento. Uma população desnorteada diante de ameaças múltiplas. Um casal que parte numa jornada em busca do filho e no caminho terá seu amor posto à prova - será nosso sentimento forte o bastante quando já não há reminiscências da história que nos une?
Épico arturiano, o primeiro romance de Kazuo Ishiguro em uma década envereda pela fantasia e se aproxima do universo de George R. R. Martin e Tolkien, comprovando a capacidade do autor de se reinventar a cada obra. Entre a aventura fantástica e o lirismo, O gigante enterrado fala de alguns dos temas mais caros à humanidade: o amor, a guerra e a memória.

“Ishiguro é um dos maiores romancistas vivos da Inglaterra.” - The Telegraph
“A obra mais estranha, arriscada e ambiciosa que o autor publicou em sua carreira de 33 anos.” - The New York Times
“Ishiguro trabalha seu material fantástico com as ferramentas de um
mestre do realismo.” - Time Magazine


Comentando
"O Gigante Enterrado" é um livro melancólico com um tom de escrita que mais parece um sonho ganhando vida: Tem luta de espada, dragões, criaturas mágicas e monstros a serem mortos, mas tudo isso é explorado pela superfície. No coração dessa história temos Axl e Beatrice, um casal de idosos que se amam acima de todas as coisas e precisam recordar seu passado mas com medo das lembranças ruins que podem vir juntas no pacote, nos lembrando que as recordações são preciosas e perigosas ao mesmo tempo. Como disse o Barqueiro (metáfora para a morte que gentilmente cruza uma pessoa pelo rio da vida): Como você poderia medir um sentimento por alguém se não tem lembranças sobre ele? Até onde as recordações do passado podem interferir no amor do presente?
O saldo da leitura nos mostra que não importa quão profundamente amamos, sempre estaremos falíveis e humanos e que pra cada casal que envelhece juntos, um deles sempre terá que cruzar a água e seguir adiante.


Veja tambémComentando sobre Winter on Fire.

domingo, 5 de novembro de 2017

Livro Lagoa Rodrigo de Freitas: Uma Discussão Centenária por Victor Coelho

Quando o assunto é a Lagoa Rodrigo de Freitas a falta de consenso é geral. Há sempre uma controvérsia sobre a solução mais viável para a melhoria da qualidade de suas águas e preservação desse patrimônio da cidade do Rio de Janeiro. O livro ‘Lagoa Rodrigo de Freitas: uma discussão centenária’, do engenheiro Victor Monteiro Barbosa Coelho, faz um registro fundamental dos estudos técnicos, projetos e obras que a Lagoa sofreu ao longo dos anos e lança luz sobre o notório valor histórico e humanístico desse cartão postal do Rio e do Brasil. Com 240 páginas e mais de 70 figuras, a obra está organizada em quatro partes: História e particularidades da Lagoa; Projetos e Estudos; Qualidade da Água e Monitoramento; e Iniciativas de Solução - Uma Discussão Centenária. Em 15 capítulos, o autor aborda aspectos como as características físicas da Lagoa, sua história, monitoramento da qualidade da água, aterros e dragagens, pesquisas relevantes, a questão da mortandade de peixes e propostas de renovação das águas.

Leia o primeiro capitulo aqui. 

Sobre o Autor
É engenheiro civil formado em 1964 pela Escola Nacional de Engenharia, com aperfeiçoamento em obras hidráulicas. Trabalhou por 28 anos na Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (Feema), então órgão de controle ambiental do Estado do Rio de Janeiro. Na Feema, foi vice-presidente em 1995 e exerceu a presidência da instituição em 1996. Em sua carreira, aprofundou seus conhecimentos em Poluição Costeira, na Organização Mundial de Saúde em 1972; Modelos Matemáticos, no Manhattan College (NY) em 1975; e Administração Ambiental Superior no Japão em 1980. É autor dos livros ‘Baía de Guanabara: Uma História de Agressão Ambiental’ (2007) e ‘Paraíba do Sul: Um Rio Estratégico’ (2012), editados pela Casa da Palavra, Rio de Janeiro.

 

domingo, 29 de outubro de 2017

Livro Coluna de Fogo - Ken Follett


Em 1558, as pedras ancestrais da Catedral de Kingsbridge testemunham o conflito religioso que dilacera a cidade. Enquanto católicos e protestantes lutam pelo poder, a única coisa que Ned Willard deseja é se casar com Margery Fitzgerald. No entanto, quando os dois se veem em lados opostos do conflito, Ned escolhe servir à princesa Elizabeth da Inglaterra.
Assim que Elizabeth ascende ao trono, a Europa inteira se volta contra a Inglaterra e se multiplicam complôs de assassinato, planos de rebelião e tentativas de invasão. Astuta e decidida, a jovem soberana monta o primeiro serviço secreto do país, para descobrir as ameaças com a maior antecedência possível.
Ao longo das turbulentas décadas seguintes, o amor de Ned e Margery não arrefece, mas parece cada vez mais fadado ao fracasso. Enquanto isso, o extremismo religioso cresce, gerando uma onda de violência que se alastra de Edimburgo a Genebra. Protegida por um pequeno e dedicado grupo de talentosos espiões e corajosos agentes secretos, Elizabeth tenta se manter no trono e continuar fiel a seus princípios.

Coluna de fogo é um dos livros mais emocionantes e ambiciosos de Ken Follett, uma história de espiões ambientada no século XVI que vai encantar seus fãs de longa data e servir como o ponto de partida perfeito para quem ainda não conhece seu trabalho.

domingo, 15 de outubro de 2017

Livro: Origem - Dan Brown.


De Onde Viemos? Para Onde Vamos? Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete “mudar para sempre o papel da ciência”. O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, há 20 anos, agora ele está prestes a revelar uma incrível revolução no conhecimento… algo que vai responder a duas perguntas fundamentais da existência humana. Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre. Diante de uma ameaça iminente, Langdon tenta uma fuga desesperada de Bilbao ao lado de Ambra Vidal, a elegante diretora do museu que trabalhou na montagem do evento. Juntos seguem para Barcelona à procura de uma senha que ajudará a desvendar o segredo de Edmond Kirsch. Em meio a fatos históricos ocultos e extremismo religioso, Robert e Ambra precisam escapar de um inimigo atormentado cujo poder de saber tudo parece emanar do Palácio Real da Espanha. Alguém que não hesitará diante de nada para silenciar o futurólogo. Numa jornada marcada por obras de arte moderna e símbolos enigmáticos, os dois encontram pistas que vão deixá-los cara a cara com a chocante revelação de Kirsch… e com a verdade espantosa que ignoramos durante tanto tempo.

Lançamento 30 de outubro.

domingo, 8 de outubro de 2017

Livro IT: A Coisa - Stephen King.

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em 'It - A Coisa', clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

Sobre o autor
Escritor americano, Stephen Edwin King escreve contos de terror e ficção. Entretanto, começou sua carreira com romances e já redigiu outros livros de sucesso fora do gênero que o consagrou. Stephen King nasceu em Portland, em 1947, e já vendeu mais de 350 milhões de cópias com publicações em mais de 40 países. Diversas obras foram adaptadas para o cinema, entre elas Conta comigo, Um sonho de Liberdade, Eclipse total, Lembranças de um Verão, À Espera de um Milagre, entre outras. Na lista de autores, é o nono mais traduzido do mundo. Veja algumas obras de Stephen King: Doctor Sleep, 2013 Joyland, 2013 Novembro de 63, 2011 Blockade Billy, 2010 O Apanhador de Sonhos, 2001 Sob a Redoma (Under The Dome), 2009 Duma Key (Duma Key), 2008 Cemitério Maldito (Pet Sematary), 1983 Christine (Christine), 1983 Cão Raivoso (Cujo), 1981 A Incendiária (Firestarter), 1980 A Zona Morta (The Dead Zone), 1979 A Dança da Morte (The Stand), 1978 O Iluminado (The Shining), 1977 Salem (Salem's Lot), 1975 Carrie, a Estranha (Carrie), 1974.

domingo, 1 de outubro de 2017

Divulgando.


Venho a este blog para divulgar o canal Sramaia que é voltado para séries, dicas de filmes e música.

Inscreva-se em: www.dailymotion.com/sramaia

domingo, 24 de setembro de 2017

Livro: O Homem que Buscava sua Sombra - David Lagercrantz

"Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist estão de volta no quinto volume da eletrizante série Millennium, que já conquistou milhões de leitores no mundo todo."

David Lagercrantz dá continuidade à genial série Millennium, de Stieg Larsson. Lisbeth Salander precisa passar um curto período atrás das grades, num presídio que também abriga uma das maiores criminosas da Suécia, de alcunha Benito. Na cela ao lado, ela observa uma jovem muçulmana acusada de matar o irmão sofrer ameaças constantes da gangue racista de Benito, a “dona” do pavilhão. Mesmo sem ter acesso ao mundo exterior, Lisbeth dá um jeito de descobrir mais sobre as partes encobertas de sua infância traumática, depois que Holger Palmgren lhe apresenta pistas sobre um experimento pseudocientífico realizado com gêmeos. Claro que ela irá acionar o destemido jornalista Mikael Blomkvist para ajudá-la a desvendar esse mistério e a defender os desprotegidos, garantindo que os vilões paguem por seus crimes. Assim, a dupla está mais uma vez no cerne de um romance de tirar o fôlego, que aborda de modo fascinante muitas das graves questões que assombram o mundo hoje.

Sobre o autor
Nasceu na Suécia, em 1962. Foi repórter policial da revista Expressen e é autor de diversos romances, entre eles A garota na teia de aranha e A morte e a vida de Alan Turing. Trabalhou com o jogador de futebol Zlatan Ibrahimovic na autobiografia Eu sou Zlatan, finalista do prêmio William Hill e indicada para o prêmio August da Suécia.

domingo, 17 de setembro de 2017

Especial David Garret.

David Garrtt, nasceu em 4 de setembro de 1980 em Aachen, Alemanha. Sua mãe Dove-Marie Garrett, bailarina e seu pai Georg Peter Bongartz, advogado e leiloeiro.
Quando Garrett completou quatro anos, seu pai comprou um violino para o irmão mais velho. David interessou-se pelo instrumento e logo aprendeu a tocar. Um ano depois ele participou numa competição e ganhou o primeiro lugar.
Aos sete anos, David Garrett começou a tocar em público e passou a estudar violino no Conservatório Lübeck. Já com oito anos, seus pais decidiram mudar seu nome, e ele começou a usar o sobrenome de solteira da mãe por ser mais fácil de pronunciar.
David Garrett começou a trabalhar com a violinista polaco britânica Ida Haendel com doze anos, frequentemente viajando a Londres e outras cidades europeias para encontrá-la.
Aos treze anos, Garrett se tornou o artista mais jovem a ter um contrato de exclusividade com a gravadora Deutsche Grammophon.
Em 1999, David Garrett se mudou para Nova York para estudar na Juilliard School, na sala de Itzhak Perlman, para aprofundar seus conhecimento do violino. Saiu formado de lá em 2004.

Como David Garrett não tinha o apoio financeiro dos seus pais para estudar na Juilliard School, ele teve que custear seus estudos, e para isso trabalhou em um bar, em um café, na biblioteca da escola e também na Outfitters Urban Store, onde foi sondado para se tornar um modelo e, assim, ganhando ao apelido de "Beckham do violino". E assim tornou-se um dos melhores violinista conseguindo unir toda a formalidade da música clássica com a espontaneidade do rock.
Garrett toca o violino "Adolf Busch" Stradivarius, 1716.
 

David veio ao Brasil em 2015, fez apresentações em São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2017 ele volta as terras tupiniquins com somente uma única apresentação em São Paulo.


David Garrett - Smells Like Teen Spirit - Nirvana por sramaia


Star Wars - David Garrett por sramaia


David Garrett - Paradise - Coldplay por sramaia


O Sole Mio - David Garrett por sramaia


  Poderá gostar: David Garrett faz uma nova versão de "Smells Like Teen Spirit" e outros...